Como a alimentação pode assassinar a produtividade?

Já parou para pensar que a maioria das estratégia de produtividade e performance que as pessoas usam têm poucos efeitos reais se o fator “energia” não for levado em conta?

Olá, Dra. Cláudia Benevides por aqui

Este formato de e-mail é um pouquinho diferente, porque aqui vamos falar de conteúdo puro e simples para ajudar você a ter mais energia e resultados, combinado?
Hoje, eu vou te explicar como o fator isolado ALIMENTAÇÃO, por si só, consegue ser um game-changing em sua vida que o assunto é produtividade, performance e resultados.
Você vai entender, de forma simples e rápida, porque a alimentação importa tanto nesse nicho.

Vem comigo

Você pode estar se perguntando o que alimentação tem a ver com produtividade e como alimentos podem ajudá-lo a ser mais produtivo.

Uma alimentação equilibrada e saudável pode influenciar positivamente na produtividade, enquanto que erros alimentares comuns, às vezes praticados em nosso dia a dia, sem nem mesmo percebermos, podem estar boicotando seriamente a nossa velocidade de pensamento, bem como a capacidade de se sentir bem-disposto.

Se você acorda de manhã sem forças e sem disposição para cumprir suas tarefas do dia como se nem tivesse dormido na noite anterior, é certo que tem alguma coisa errada acontecendo com você.

O problema pode estar na maneira como você vem se alimentando, muitas
vezes deficiências de nutrientes ou excesso de determinado grupo de alimentos
em uma hora inadequada do dia acabam por “sugar” suas energias. Deficiências
nutricionais também podem gerar desordens clínicas e doenças que acabam por
prejudicar sua produtividade.

Diversas doenças que impactam negativamente na produtividade como
Obesidade, Infecções, Dores Crônicas, Enxaqueca, Diabetes, Infarto, Alergias, Inflamações, entre outras, podem estar diretamente relacionadas a um Estilo de
Vida inadequado e podem ser controladas ou prevenidas quando se coloca na
rotina diária bons hábitos praticando uma alimentação saudável e equilibrada,
além de atividades físicas regulares.

Para praticar bons hábitos alimentares e melhorar sua produtividade, é importante
que você entenda alguns conceitos básicos sobre alimentação que são
fundamentais para a escolha correta de alimentos que irão lhe favorecer. No
próximo capítulo vamos entender o que é alimento e como os nutrientes obtidos
através deles agem no nosso organismo.

Entendendo os nutrientes

O que é Alimento?

É toda a substância ingerida por nós, que forneça energia e nutrientes necessários
para manter nossos corpos funcionando. Todo alimento fornece energia, mas nem
sempre bons nutrientes.

Os nutrientes, por sua vez, são divididos em dois diferentes grupos:

MACRONUTRIENTES:

CARBOIDRATOS
PROTEÍNAS
GORDURAS

MICRONUTRIENTES:

VITAMINAS
MINERAIS

Eu poderia escrever várias e várias páginas sobre o que são esses nutrientes
e porque cada um é importante no processo de fornecimento de energia ao
corpo, mas realmente não quero tornar essa leitura chata para você, pois isso
envolve muitos processos bioquímicos complexos. Porém, é necessário que você
compreenda, de uma forma bem simplista e generalizada, que os macronutrientes
são as matérias-primas na produção da energia e que diversos micronutrientes
estão envolvidos diretamente nas reações químicas que transformam esses
macronutrientes em energia, tecidos e substâncias diversas em nosso corpo.
Então, a deficiência ou ingestão inadequada de alimentos que tenham nutrientes
bons faz com que nosso organismo produza de forma ineficiente essa energia,
impactando assim na produtividade.
Cada grupo de macronutriente “alimenta” um órgão ou função diferente
no organismo. Por exemplo:
CARBOIDRATOS
Alimentam o cérebro.
Parte deste utiliza somente
glicose como
fonte de energia para
seu funcionamento. E
os principais produtores
desse substrato
são os carboidratos.

PROTEÍNAS
Fornecem
matéria-prima
necessária para
manutenção e
produção de
massa muscular.

GORDURAS
São fundamentais
para promover
a absorção de
algumas vitaminas,
fazem parte da composição
de hormônios e
do revestimento celular.

Algumas vitaminas e minerais, como as vitaminas do complexo B, ferro,
iodo, cobre, zinco, magnésio e mais uma lista imensa de outros exemplos,
entram em ação em diversas etapas do metabolismo, que tem como produto
final a disponibilização de energia para que possamos nos mover! A deficiência
desses micronutrientes podem acarretar danos ao metabolismo e seu mau
funcionamento.
Por isso, fique sempre atento a fazer avaliações e exames regulares com
um especialista no assunto, pois há deficiências nas quais a reposição desses
nutrientes é necessária em forma de suplemento e medicações, além do ajuste
da alimentação. Assim como o diagnóstico precoce e prevenção de doenças
relacionadas ao Estilo de Vida, como as que citei no início dessa nossa conversa,
se fazem extremamente necessários se você quiser ter uma vida longa e de
qualidade.
Dito tudo isso sobre alimentação, acredito que você conseguiu chegar tranquilamente
à seguinte conclusão:

Alimentação adequada = boa produção e
utilização de energia = aumento da produtividade.

Alimentação inadequada = baixa energia
e utilização inapropriada = deficiência de
produtividade.

Amanhã eu vou te explicar quais os mitos alimentares que estão roubando a sua energia e produtividade.

#Rumoaofalcao

Grande abraço

W: 600px
H: 1910px
Dra. Cláudia Benevides
Médica, CRM 117.369

Especialista em Nutrologia pela Associação Médica Brasileira
Expert em Alimentação para Alta Performance
Mentora de Alimentação para Produtividade na Triad PS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *